Cruz Expectante (r)
Página Inicial
Vida e Obra do Patrono da Igreja Expectante
Textos de ou sobre Cedaior, Sevãnanda, Thoth e Ischaïa
Biblioteca
Mapa dos Núcleos
Perguntas Frequentes
Entre em Contato
Como entrar para a Egrégora Expectante

 


Há muitas moradas na casa de meu Pai

Por Thoth, 3º Patriarca Expectante. Extraído do livro "Orvalhando a Aridez da Vida".


Através da cortina entreaberta se divisava o belo vale ornamentado pela verdosa vegetação existente na sinuosidade dos montes, dando a impressão de ser um veludo amarfanhado. No sopé do vale, serpenteava o rio que deslizava suavemente, cumprindo o curso do seu destino. Curso do destino?! Isso me levou a sérias conjecturas e, dentre elas, a questão de saber donde viemos, o que somos e para onde vamos foi a principal. Não preciso dizer que as demais foram monopolizadas... Para complicar as coisas, veio, como se fosse para corroborar, a lembrança de um ensinamento do amado Mestre Nosso Senhor Jesus-O-Cristo quando disse: “Na casa do meu Pai há muitas moradas!...” João 14:2.

 
A bem da verdade, a maior parte dos seres humanos não acredita na pluralidade de outros mundos habitados e, também, na possibilidade de uma vida além-túmulo. Ora, se existem seres que têm suas capacidades tão arraigadas na aceitação daquilo que acreditam, acho que não devemos procurar demolir suas crenças sem termos a condição de fazê-los compreender e ACREDITAR em novas idéias, as quais, não são condizentes com as suas. Porque se assim fizermos, estaremos incorrendo num lamentável erro, o qual poderá se tornar desastroso, trazendo muitas vezes sérias consequências. Devemos deixar que as coisas tenham seu curso normal, já que na Via Espiritual não se deve ter pressa. Porém, o trabalho deve ser ininterrupto, constante e com muito ardor. Também não devemos nos eximir de lançar sementes em todos os terrenos, inclusive em nós mesmos, deixando que a Natureza e a VIDA em si se encarreguem de dar o impulso necessário no momento preciso.
 
Vejamos a origem, ou seja, de onde viemos?
 
Esta pergunta é formulada quase que genericamente pela humanidade em todas as épocas de alguma forma ou similar. Inúmeras são as teorias, as dissertações, instruções filosóficas, religiosas e não sei mais o que procuram elucidar de algum modo o fato. Pessoalmente, aceito todas as assertivas, porque tenho consciência de que em tudo sempre existe ALGO que pode ser admissível. Lógico que, também, tudo depende de dois fatores irretorquíveis: a) Posição INTERNA daquele que dá, e, b) daquele que recebe. O resto é sempre uma dolorosa interrogativa!...
 
Sendo assim, vamos recorrer à Bíblia: Gênesis 1:1. “No princípio criou Deus os céus e a terra. Versículo 2: E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.” Tradução do Pe. João Ferreira d’Almeida. Edição impressa nos Estados Unidos. Já a Bíblia editada pela Barça diz: “E o Espírito de Deus era levado por cima das águas. Diz ainda o Pe. João, edição no Brasil, 1964: “E o Espírito de Deus pairava sobre as águas”.
 

Mesmo havendo diferenças nas formas de expressão, ficou caracterizado: Que o Espírito de Deus estava nas águas... Seria certo poder se supor que das águas partiram todas as formas germinativas da VIDA. Que no decorrer de milhões e milhões de anos, através da EVOLUÇÃO das espécies, os Céus e a terra passaram a ser povoados por TUDO que existe. Com isso, se mantém viva a certeza e a imagem de que TUDO veio de DEUS.

 

Não pretendo entrar aqui numa dissertação prolixa, pois isso redundaria em teorias que poderiam gerar uma infinidade de interpretações, já que deve ser livre a análise de cada pessoa. Isso tornaria passível de compreensões infindas. Mas, o arguto observador da Natureza, da vida, encontrará sua resposta nos fatos palpáveis que se lhe apresentam, dando-lhe a chave REAL das coisas. Isto é de caráter pessoal, ou seja, da vida para o indivíduo que é o fruto da própria vida.

 

O que somos?

 

Nós somos a condensação de todas as coisas, porque tudo que existe está contido em nós. Isto é a razão dos aforismos: O que está em cima é igual ao que está em baixo. O Macrocosmo é igual ao Microcosmo. Em síntese, TUDO é igual a TUDO.

 

Se formos considerados o protótipo da Natureza, então somos o que de mais importante existe neste Planeta (presume-se). E isso nos lega uma tremenda responsabilidade, tornando-nos responsáveis pela perpetuação da própria VIDA.

 

Não tenho a ousadia de pretender dar aqui uma ampla assertiva para o entendimento de tão heterogênea humanidade, com suas controvertidas consciências... Porém, acho que o despertar INTERNO de cada um depende exclusivamente do próprio indivíduo.

 

Para onde vamos?

 

Tudo na vida teve seu princípio, sua trajetória. Logo, também terá seu retorno ao Manancial! Diz o Divino Mestre Jesus: “Muitos são aqueles que vêem, mas não enxergam. Que ouvem, mas não escutam”. Como no início houve o processamento na formação deste Planeta, assim, também, de acordo com as necessidades, houve em outros Mundos, Sistemas Planetários, Galáxias e o Infindo Universo.

 

É preciso SABER, COMPREENDER e SENTIR que não existe nenhuma partícula, por mais ínfima que seja, que não esteja repleta, impregnada de VIDA. E a Vida se manifesta em FORMAS CORPÓREAS densas, grotescas, belas, angelicais, assim como também DIÁFANAS, pois matéria, em qualquer dimensão, em qualquer plano de evolução, é visível e invisível, de acordo com o grau em que esteja, razão mais do que óbvia porque aceito e acredito na existência de VIDA em outros mundos, não me importando com a forma como se apresenta. Também por ter consciência e saber que tudo está repleto, cheio do princípio Germinativo — VIDA —DEUS!!!

 

Estejam certos de que as grandes verdades são ditas em poucas palavras. Exemplo: Tudo que foi dito e mais uma biblioteca de conhecimentos estão contidas nesta frase: Processo de INVOLUÇÃO do CRIADOR e EVOLUÇÃO ao CRIADOR.

 

Eis a razão da afirmativa do Senhor Jesus-O-Cristo quando disse: “Há muitas moradas na casa do meu Pai”...

 

© Todos os direitos reservados © Egrégora Expectante - Site Oficial   
igrejaexpectante@igrejaexpectante.org