Cruz Expectante (r)
Página Inicial
Vida e Obra do Patrono da Igreja Expectante
Textos de ou sobre Cedaior, Sevãnanda, Thoth e Ischaïa
Biblioteca
Mapa dos Núcleos
Perguntas Frequentes
Entre em Contato
Como entrar para a Egrégora Expectante

 


A BÊNÇÃO DE DESPEDIDA DE THOTH

Por Lenise Olive, Sacerdotisa Expectante do 2º Grau


Querido e muito amado Mestre Thoth: 

Você agora está livre e junto com seus Mestres, familiares e amigos em outro Plano. Você semeou muitas sementes de ensinamentos com tanto amor e carinho que germinaram nas nossas almas. Eternamente Obrigada! 

Nestes últimos dias, observei o grande amor que transmitia a todos nós, nos consolando com o olhar e um leve sorriso. 

Você sabia que a sua estadia aqui já estava no final, mas, mesmo assim, mantinha seu eterno carinho e atenção para com todos nós. 

Nenhuma reclamação de dor ou incômodo eu ouvi sair da sua boca, mas escutamos vários ensinamentos e conselhos amorosos que você distribuía a todos nós com muita emoção de ambas as partes. 

Cheguei a Guarapari no dia 28 de abril, Geraldo dia 29, Ronaldo dia 01/05, e finalmente, dia 02/05, Neide e Gilso chegaram. Sabíamos que estávamos nos despedindo temporariamente do senhor, mas o seu carinho e atenção para com todos nós nos “amparava”, como um Pai amoroso ampara sempre os filhos em qualquer situação. 

Somente um Mestre verdadeiro tem este enorme poder de não se abalar com a proximidade de sua passagem para o Plano Superior. 

Não vimos e nem sentimos nenhuma réstia de medo ou insegurança nos seus atos e palavras. 

Partimos de Guarapari no dia 03/05 com a lembrança das suas palavras, a firmeza do seu olhar e a ternura do seu sorriso. Mas, principalmente, levamos o seu amor incondicional a todos e à Igreja Expectante. 

Infelizmente, oito dias depois, Ronaldo e eu regressávamos a Guarapari para o enterro do seu corpo físico. A viagem foi corrida e graças aos Mestres chegamos a tempo do velório. 

A pedido de Ischaïa, realizei a cerimônia de Bênção de Despedida da Igreja...!
Até hoje é difícil falar a respeito...!
Quando colocava os paramentos e me preparava para a cerimônia, eu tremia tanto que nem conseguia respirar direito. A vontade de chorar era enorme, e todos lá fora, junto ao corpo físico do Mestre Thoth, me aguardando... 

Pedi ajuda ao Mestre Philippe e a toda a Egrégora Expectante. Quando comecei o Ritual minha emoção era para o alto, confiante de que Eles o estavam recebendo de braços abertos. Fiquei mais calma e tudo o que falei foi através do meu coração e da minha alma, sem tristeza naquela hora, apesar de estar realizando a “Bênção de Despedida” para o meu muito amado Mestre. 

Tudo foi como deveria ser....
Eu só tenho que agradecer a Deus por ter convivido com meu querido Thoth. Quanta saudade... Você é imprescindível!!!!!! 

Com todo o meu amor, Lenise.

 

© Todos os direitos reservados © Egrégora Expectante - Site Oficial   
igrejaexpectante@igrejaexpectante.org