Cruz Expectante (r)
Página Inicial
Vida e Obra do Patrono da Igreja Expectante
Textos de ou sobre Cedaior, Sevãnanda, Thoth e Ischaïa
Biblioteca
Mapa dos Núcleos
Perguntas Frequentes
Entre em Contato
Como entrar para a Egrégora Expectante

 


Abertura da Mente e Poder

Por Thoth, 3º Patriarca Expectante


A noite estava translúcida pela exuberante beleza irradiada por Lucina, que com todo o seu esplendor de Lua cheia deixava que seus raios prateados se infiltrassem por entre as folhas oscilantes dos coqueiros, brindando-me com o farfalhar produzido pelo roçar de suas folhas sons amenizantes, os quais atuavam como bálsamos no meu excitado espírito.

Deixei-me ficar absorto naquele estado de tranquilidade, usufruindo dulcificante paz interior.

A quietude local convidava todo o meu ser para a meditação. Iniciei fazendo um exercício de aspiração e expiração, o qual é praticado em parte no Curso Sacerdotal Expectante. Desta vez o fiz acompanhado por uma prece dirigida às Sílfides. Senti o AR penetrando pelas narinas impregnando todo o meu ser. Dentre pouco tempo vi que tudo começava a se dilatar em meu corpo, dando-me a oportunidade de observar os efeitos que produzia em mim a entrada do AR no meu sistema respiratório. Abismei-me em ouvir o arfar do meu peito e os sons cavernosos produzidos pelas pleuras, brônquios e pulmões, com a entrada e saída do AR!...

Naquele instante senti como se tivesse sido dado um clique em minha mente e compreendi que a Vida estava contida no AR que entrava em haustos carregados de uma intensa ENERGIA que impulsionava todos os meus átomos, células e moléculas, perpassando pelas infinitesimais partículas do meu organismo.

Naquele momento meu corpo havia tomado proporções inconcebíveis e, estático, vi que eu era um Mundo de vida dentro do Mundo que pulsava. As centelhas de Luz e Energia pululavam com grande intensidade, revelando-me que eu era um conjunto de VIDAS que se satisfaziam umas com as outras e, nesse mundo de vidas diversas, eu assumia a responsabilidade por todos os seres que viviam através do meu corpo.

Genuflexo, contrito, orei aos Mestres solicitando-lhes que me ajudassem, dando forças para corrigir meus pensamentos escusos, todas as palavras oriundas destes pensamentos e, obviamente, as iníquas maneiras de agir formando obras às vezes nefastas, negativas, através de um procedimento errôneo! Porque havia visto e compreendido que em todos os momentos procedidos erradamente aqueles SERES tomavam o meu procedimento como exemplo. E no processo evolutivo eles iriam agir de acordo como aprenderam, e eu era, obviamente, o causador, o criador das possíveis iniquidades futuras, mesmo que elas fossem realizadas, procedidas milênios depois. Não fiquem pasmos com o que foi dito, nem também com o fator tempo, pois ele não existe diante da eternidade. As limitações são inerentes única e exclusivamente ao mundo das FORMAS, SEJAM ELAS EXISTENTES EM QUALQUER DIMENSÃO...

Aqui está, pois, meus queridos, uma “pequena parcela” da responsabilidade de todas as criaturas humanas, especialmente aquelas que exercem alguma posição como orientadores religiosos, pois destes, além de tudo, ainda é cobrada a maneira de como procedem com seus semelhantes. Assim, não sejam tão exigentes com os outros. Se alguém quiser ser exigente, aplique a exigência em primeiro lugar a si mesmo.

Outro posicionamento que é deveras lamentável é o daqueles que vivem em busca de PODERES, especialmente os poderes SOBRENATURAIS. Ó, incautos, que não têm as forças de se modificarem CONSCIENTEMENTE e nem de ajudarem a criar aqueles que estão dentro de si. Como querem ter poder?!

Ó, pobre viandante que caminha pela senda da espiritualidade em busca de poder. Pare, descanse e medite, porque para se ter o PODER conferido pelo Reino dos Céus é preciso primeiro ser o menor entre todos, e este PODER é PERMANENTE. Porém, o PODER temporal é fugaz e ilusório. Mate sua Vaidade, seu Orgulho e Presunção para não ser presa fácil do Reino das sombras, pois elas também têm PODERES, mas o preço a se pagar nunca foi compensador. Mesmo assim, existem seus adeptos... Medite, medite bastante antes de prosseguir, ó viandante, na sua busca espiritual!...

A Igreja Expectante, ó buscador, não vive em busca do PODER, nem tem a pretensão de ser uma grande Igreja. Pois todos os PODERES materiais são transitórios, fenecíveis. Para você entender melhor, veja o que diz o seu 2° Patriarca, Sri Sevãnanda Swami: “Só conviria, possivelmente, dizer isto: Na época atual e nos lustros que virão, surgirão cada vez mais ‘Igrejinhas’. Todas elas minoritárias e sem pretensões de conquistar o mundo, nem de ter monopólio da verdade. Muito pelo contrário, já com a Igreja de todas as Religiões, fundada pelo Paramahansa Yogananda poucos anos antes da nossa, via-se o mesmo espírito: ‘Aquele que presidirá cada vez mais a época e raças vindouras’. Buddha trouxe a Iluminação mental. Jesus, a revelação maravilhosa do AMOR, iluminação cardíaca. Época houve em que a mulher reinava na Religião e na sociedade, como nos tempos Druídicos. Ontem, e ainda hoje, o domínio masculino possuía cultos e atividades mundanas. Hoje, e muito mais no amanhã nascente, a mulher toma e tomará o seu real lugar: Cinquenta por cento ou mais. A democratização progride. O mistério – biológico, físico, metafísico ou transcendental – recua. O ser humano deseja fazer a EXPERIÊNCIA PESSOAL de tudo: Experiência interior e religiosa inclusive. A Igreja Expectante, aberta, ampla, gratuita, BRINDANDO a FUNÇÃO SACERDOTAL ao povo e à Mulher, com estudos e preparação (noviciado) sumamente abreviados, responde à necessidade da época. Assim o percebera o iluminado Patriarca Cedaior ao fundá-la, em 1919. Desde quando nos coube o 2º Patriarcado, temos procurado observar muito, antes de dar o PASSO de lançar a Igreja na fase pública, após anos da vida quase retraída”.

Ó, sábio e venerável Mestre Sevãnanda, inclino-me reverentemente diante de sua sabedoria e sua vivência premonitória, pois, realmente, ainda na época atual, quase decorridos sete lustros (1991), existem aqueles que não entendem o principal objetivo da Igreja Expectante: tornar homens e mulheres conscientes de si mesmos. E qualquer Igreja que se proponha a fazer isto não pode cair totalmente no domínio público. A MENSAGEM e o TRABALHO só podem ter mais produtividade em pequenos grupos, ao pé do ouvido, pessoas adrede preparadas, pois as massas jamais entenderiam. Exemplo: As mensagens transmitidas às multidões por Nosso Senhor Jesus-o-Cristo, na época, não foram entendidas pelos homens. Seus próprios discípulos O abandonaram na hora cruciante.

Os pássaros fazem seus ninhos nos galhos das árvores enfrentando todas as adversidades climáticas e, no entanto, eles são frágeis, mas existe algo que lhes protege, lhes dando a ajuda necessária. Não somos nós também filhos de um PAI que tem o PODER de nos proteger? Se O amamos e nos dedicamos no cumprimento das nossas obrigações físicas, morais e espirituais, não estamos também sob sua Égide? Então, para que tentá-Lo querendo PODER?!

Todo aquele que quiser receber o “TOQUE” ou o famoso “ponta-pé” do despertar, antes de tudo TERÁ QUE SE MODIFICAR nos três aspectos: FÍSICO, MORAL e ESPIRITUAL. Estejam certos de que na hora certa os Mestres visíveis ou invisíveis o DARÃO!...

 

 

© Todos os direitos reservados © Egrégora Expectante - Site Oficial   
igrejaexpectante@igrejaexpectante.org