Cruz Expectante (r)
Página Inicial
Vida e Obra do Patrono da Igreja Expectante
Textos de ou sobre Cedaior, Sevãnanda, Thoth e Ischaïa
Biblioteca
Mapa dos Núcleos
Perguntas Frequentes
Entre em Contato
Como entrar para a Egrégora Expectante

 


O Batismo Infantil Expectante


No domingo, dia regido pelo Sol, 27 de setembro, dedicado a São Cosme e São Damião, 10h30, hora de São Miguel Arcanjo, o menino Valentino Thoth da Silva foi batizado na Igreja Expectante. 

Valentino é o primogênito do casal de Sacerdotes Cathia Cristhina da Silva e Geraldo Lino da Silva, do Núcleo de Joinville-SC. Com pouco mais de um mês de vida, o pequeno leonino comportou-se muito bem durante toda a cerimônia. Como manda a tradição, foi levado ao altar nos braços de uma mulher que já foi mãe, no caso a madrinha Veronica Sprung Miyata, acompanhada do padrinho Otavio Kouzi Miyata, também sacerdotes da Igreja. Recebeu a Água sobre o coronário, o Fogo sobre o anahata e o contato da Cruz no umbigo que lhe deu a vida enquanto no claustro materno.

O ritual culminou com a Comunhão Dominical e ele também recebeu as espécies, participando, portanto, do banquete espiritual. 

Na Igreja Expectante o Sacramento do Batismo é considerado fundamentalmente como uma cerimônia que tem o efeito REAL de colocar na alma do ser potências de três ordens vibratórias estimulantes da vida psíquica, nas funções seguintes: 

a) As de relação inconsciente com os anjos, que se produz nas crianças de zero a sete anos; 

b) As de relação semi-inconsciente com os anjos, com as almas humanas afins, encarnadas ou não, bem como o desenvolvimento das possibilidades devocionais, de intuição e inspiração, que só poderão se desenvolver quando o ser humano tem ou recebe a instrução religiosa elementar, ou seja, Catecismo Infantil (Expectante ou outro), bem como o exemplo da oração, no Lar que o cria, ou em que vive, se for adulto ou maior de sete anos. 

c) As de busca consciente de entrega, realização ou colaboração, dirigida às formas espirituais: do ANJO EGREGÓRICO EXPECTANTE, do Chefe Espiritual da Raça ou Era e, na Igreja Visível, ao Sacerdote que serve de Orientador. Este trabalho interior consciente só pode ser feito quando o ser humano chega perto, ou mais, dos 14 anos. Isso explica que, realmente, todas as “sementes” vibratórias e espirituais que o ato do Batismo deposita na psique (ou alma) do ser humano só vão se desenvolvendo por etapas. Também explica que elas recebem confirmação aos 14 anos de idade, no Sacramento da Consagração Expectante. 

O batizado Valentino Thoth crescerá e não será obrigado a “permanecer” no seio da Igreja Expectante. É uma semente que poderá ser cultivada e, posteriormente, plantada “em lugar definitivo”, Expectante ou não. 

 

 

© Todos os direitos reservados © Egrégora Expectante - Site Oficial   
igrejaexpectante@igrejaexpectante.org